Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O segundo 7-1 mais importante da história do futebol

Quarta-feira, 09.07.14

 

Outra inimitável beleza do futebol é a sua imprevisibilidade, é saber que se há dois dias perguntássemos aos inúmeros génios da análise táctico-técnico-futebolística qual seria o resultado da meia-final de ontem ninguém se aproximaria do resultado final. Após o jogo, aí não havia cabecinha pensadora que não tivesse explicação para o ocorrido, quem não desse até a entender que a debacle da turma canarinha seria até expectável. Que o Brasil não treinava, que Felipão tinha apostado tudo na emoção em detrimento da táctica, que os dois médios mais o menino Bernard contra o melhor trio de centrocampistas do mundo era suicídio colectivo, que David Luiz errara muito, que Marcelo errara mais ainda, não havia pinguim que não esticasse o pescoço para botar faladura. Não adianta, minha gente. O Brasil perdeu porque tinha todo o peso de uma nação nas costas e, além dos seus dois líderes fora do jogo, tinha pela frente uma equipa que só joga o que quer e o que precisa, quando quer e ao ritmo que quer e que quando o quer é simplesmente avassaladora. Depois do primeiro golo, bastava olhar para a expressão dos jogadores brasileiros para perceber que o medo lhes toldaria os movimentos e o pensamento nos próximos minutos.

  

Sim, a preparação técnica e táctica das equipas de Felipão deixa muito a desejar (há o Mundial de 2002, sim, mas há também duas derrotas com a Grécia no ano em que com a melhor selecção de sempre Portugal perdeu o Europeu, há uma curta e patética estadia do sargentão no Chelsea, há um regresso peripatético ao Palmeiras também marcado pelo insucesso). Por outro lado, parece que toda a gente se esquece e ninguém quer lembrar que a Espanha foi campeã do mundo e da europa assente numa equipa toda ela burilada por Pepe Guardiola. Agora é a Alemanha que dá cartas suportada em mais de meia equipa do Bayern de Munique. Espera lá…quem é que treina atualmente a equipa bávara? Às vezes é tudo tão simples de explicar que até dá vontade de não o fazer, não é senhores especialistas e génios do comentário da bola? 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:26


3 comentários

De Teresa a 09.07.2014 às 11:24

Porque recorreria o Brasil a tanta trapaça se tivesse pés e arte para jogar? Tu conheces algum nerd que seja bully?

Sem os calceteiros de serviço disponíveis aquilo era mesmo 11 contra 11.

Mesmo que estivesse encomendada ajuda o árbitro não havia um único no chão; decerto com medo que se tombassem já não se levantavam



Sim, é fácil explicar. Por quem sabe!

Ontem Löw dizia: 'Ante Colombia, Brasil traspasó lo tolerable':

E apelava:

El seleccionador alemán hace un canto al juego limpio y pide que se cumpla el reglamento
'Si no paramos el juego violento en el futuro no tendremos jugadores como Messi o Neymar' (ouve o homem, António. A este nível acabou-se peladinhas...)


Hoje diz: Löw: "Ninguém pode achar-se invencível"


Agora a Comunicação Social pode começar a expor o que andou a esconder durante esta Lua-de-Mel. Já começo a duvidar que haja JO...


Um jogo interessante se segue hoje. Como pensar em casar com um homem que se sabe bateu na anterior mulher? A cabeça diria que os malucos Holandeses deviam levar com ele... emocionalmente penso que a pressão que se tirou de cima de Messi - obrigação de vencer o Brasil e arriscar-se a ser beijado pelo Maradona - pode dar hoje um jogo bem interessante. E se houver separação - perderem a final à frente da Alemanha - ninguém levará muito a mal na Argentina. Desde que não seja por 7

De bolaseletras a 10.07.2014 às 20:50

Esse é o problema das luas de mel...tudo o resto que vem a seguir;-).

De Teresa a 11.07.2014 às 17:08

Eu sei que disse que teria pena quando terminasse mas por outro lado... hoje estava a almoçar e estava o Neymar a chorar na televisão. É demasiada chachada para meu gosto. Goodbye and Good Ridance (não tenho grande pachorra para novelas, para ser franca).

Tanta chacha e mais a lesão do Mascherano e começo a ter a sensação que isto não deveria ter chegado sequer à lua-de-mel... TMI e desnecessária. Ou talvez necessária já que o Futebol...

Mais as semanas de "análises" que se seguem. Isto de facto não serve o fã de futebol...

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog