Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O trigo, o joio e um bom punhado de grãos de café

Sexta-feira, 23.03.18

 

qd precisamos de um café duplo.jpg

 

Há dias assim. O cansaço acumula-se, a energia soçobra perante a montanha de tarefas inacabadas, envoltas na desconfiança de que andamos a fazer muitas coisinhas mas nada de realmente importante. Não conseguimos separar o trigo do joio porque não nos damos, não nos dão, ou não fica bem tirar algum tempo para nos focarmos nas prioridades, no que vai ter impacto, no que tem potencial para mudar algo para melhor. Saia um café duplo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:24

O eterno retorno

Segunda-feira, 05.03.18

 

z_leitora.jpg

 

Amava despertar nos suaves aromas do café pela manhã, simples e a ferver. Depois disso, a perfeição coincidia com o som surdo das palavras a ecoar dentro de si. Se depois desse momento só seu ele a possuísse como só eles sabiam, o dia, o mês, a vida podia fechar para balanço. Não havia nada a desejar para lá disso. Só o eterno retorno.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 12:21

HOT!

Sexta-feira, 09.02.18

 

f91eab8d-a254-415d-b2c2-a0269b87964f.jpg

 

Só tu me fazes falta pela manhã. O teu calor, o teu corpo fumegante, o beijo molhado que me invade todos os poros, a sensação de que a vida só começa depois de te ter. Sim, sabes que falo de ti, do meu vício de todas as manhãs, de toda a vida. Até à última gota. Quente, a ferver, até ao limite indefinível em que por um milionésimo de segundo não me queimas para todo o sempre a língua e a alma.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 12:22

Some like it hot

Sexta-feira, 02.06.17

  

hot.jpg

 

O café da e pela manhã não é apenas e unicamente um ritual. É o que determina o que será o resto do nosso dia, do sucesso ou infortúnio das horas que se seguirão. Quente, desgraçadamente pouco quente, queimado, no ponto, é a sua adequação ou inadaptação às nossas necessidades que inconscientemente determinará toda a corrente de acontecimentos, decisões, omissões e ilusões. Precisamos do mimo certo pela manhã, do toque com a intensidade perfeita naquele ponto escondido nas nossas meninges, nas sinapses que nos conduzem por entre o emaranhado do que de nós desconhecemos e faz de nós o que somos sem saber que o somos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:36

Café da manhã - E o pecado mora ao lado

Terça-feira, 11.04.17

 

z_coffee_o pecado mora ao lado.jpg

 

Há gente para quem o kick do café é o impulso para iniciar o dia com maquiavélicas maquinações de malfeitorias para as horas que se seguem. Há quem veja o nascer do sol não como uma bênção da natureza mas como o levantar da cancela para iniciar hostilidades, do género “temei humanos, aí vou eu, à conquista da glória, contra tudo e contra todos!”. Negócios fechados, engates adjudicados, espezinhamentos do colega do lado ultimados, o sol nasceu para que a sua sombra pudesse vingar ainda com maior impacto. Ou então tudo isto mais não é que uma megalomania pessimista provocada por um café tristemente tirado...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 12:05

Café da manhã: Ophelie Guillermand, sem olhar à dieta

Quinta-feira, 06.04.17

  

Ophelie Guillermand by Alex Covo.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 15:05

Café da manhã - a importância de 1%

Quinta-feira, 22.12.16

  

z_importancia do café.png

 

Arrisco-me a banalizar o tema do café aqui por esta humilde tasca. No entanto, todavia, contudo (já valeu a pena ter um blog para poder escrever esta sequência idiota de palavras) conviria que quem bebe café pudesse perceber que aqueles 30 segundos, o tempo despendido no nobre acto de bebericar o negro líquido demasiado quente, pode constituir o único momento do dia em que, embalados pelo shot de adrenalina da cafeína, nos olhamos ao espelho do dia que vai começar e, mesmo que por um segundo, mesmo que por uma fracção minúscula do tempo em que parimos esta nossa existência, podemos ter um relance de quem verdadeiramente somos. Em 99% das vezes que somos bafejados por esse relâmpago de clarividência não teremos a sabedoria ou a capacidade para apreender o significado dessa revelação. O que interessa é o 1%, o que realmente interessa é estarmos preparados para abrir os olhos no momento preciso em que a revelação se faz. Mantenham-se atentos, vai valer a pena.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:50

A cidade onde o café melhor sabe

Terça-feira, 22.11.16

  

42.jpg

 

Não conheço o livro, não conheço a Marina, mas conheço bem o prazer de beber cafés pelos cafés de Lisboa. Esplanadas, estabelecimentos clássicos, tascas, botequins de bairro, quiosques sob a sombra de frondosas árvores, o sabor único dos grãos nem doces nem amargos, o cheiro que nos acorda antes sequer de as papilas se deixarem acordar pelo estímulo da cafeína. Há milhares de coisas mal neste país, mas começar o dia com um café num qualquer café desta cidade única dá-nos força para derrubar, desde logo, umas centenas de entraves e tornar o dia em algo prometedor. Não sou apologista que o café se beba em casa, no conforto artificial de uma qualquer máquina Nespresso. Mas, se tiver que ser, e nunca esquecer que o que tem que ser tem muita força, que o façam por uma boa razão, grão a grão…

 

grao a grao.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:05

O vício do café da manhã, dos corações puros e das mentes livres (café anti-Trump)

Quinta-feira, 10.11.16

z_cafe1.jpg

z_cafe2.jpg

   

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 09:59

Café da manhã - toca a abrir a pestana, cambada!

Terça-feira, 08.11.16

 

cafe manha abrir a pestana.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 09:02





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

pesquisar

Pesquisar no Blog