Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


"The Shipping News" - A dor

Segunda-feira, 02.07.12

 

 Fotografia de Vitor Cid

 

“Porque choramos nós com a dor?, pensou consigo a tia. Cães, veados, pássaros, sofriam de olhos secos e em silêncio. Esse sofrimento mudo dos animais. Provavelmente uma táctica de sobrevivência.”

 

Nunca tinha parado para pensar nesta constatação. A dor é a marca trágica da condição humana. Condiciona-nos a existência, quer porque passamos meia vida a procurar evitar acontecimentos que nos façam mergulhar nesse oceano de sangue, quer porque a outra metade do nosso tempo vivemos tocados ou sobrevivemos dilacerados pelos seus espigões envenenados. Os animais, quando nos fixam com os olhos tristes e impregnados de dor mas nos escondem as suas lágrimas, mostram-nos como deveríamos lidar com ela. Deveríamos ter consciência da sua inevitabilidade e aproveitar esse conhecimento prévio para nos prepararmos para o seu impacto. Negar a sua força destruidora seria a resposta racional, negar a condição humana o resultado final.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:42

"The Shipping News" - O que sobra

Segunda-feira, 11.06.12

 

 

“Quoyle de lábios tensos, sentindo cabos apertando-se em redor do seu corpo, como que comprimido por uma roda de engrenagem. Que esperara ele ao casar? Não a vida simples de supermercado dos pais, mas algo como o quintal de Partridge: amigos, fumo de churrasco, o afecto com a sua linguagem silenciosa. Mas isso não aconteceu. Era como se ele fosse uma árvore e ela um ramo espinhoso enxertado no dorso dele, constantemente abanado pelo vento e chicoteando a casca ferida. O que ele tinha era o que fingia ter.”

 

Por trás das janelas iluminadas da cidade, para lá de cortinados coloridos que atenuam o cinzento das noites sem palavras para dizer, só o ruído indistinto da televisão, hipnótico, repetitivo, hipnótico, repetitivo, hipnótico, repetitivo. Sombras que vistas de fora se movem e interagem mas que lá dentro apenas se deslocam num mesmo espaço, já cansadas de se ligar, já sem ânimo para desligarem o ruído repetitivo e hipnótico da televisão. O que têm é o que fingem ter.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:28

The Shipping News - Aqueles fatídicos minutos

Segunda-feira, 04.06.12

  

 

“«Vamos sair daqui», sussurrou ela. «Beber um copo. São sete e vinte cinco. Acho que te vou foder antes das dez, o que me dizes disso?»

 

(…) Tal como uma boca quente aquece uma colher fria, Petal aqueceu Quoyle. Ele saiu aos tropeções da sua caravana alugada, da confusão de roupa suja e latas de ravioli vazias, para as entranhas do amor doloroso, o coração ferido para sempre com as cicatrizes das agulhas de tatuagem, que nele gravaram o nome Petal Bear. Teve um mês de felicidade fogosa. Depois, seis doentios anos de sofrimento.”

 

Surgirá o dia em que alguém se apiedará das inúmeras vidas destruídas, se interessará pelo fenómeno do furacão que pode ser uma noite fogosa e contabilizará as vítimas de vidas desfeitas por uma singela sessão de amor arrebatadora. Homens capturados nus e desprevenidos naquele inigualável momento de fragilidade que é o da luxúria descontrolada. Nos dias seguintes o feitiço mantém-se e prepara-se para turvar toda uma vida de discernimento irrepreensível. As decisões que hipotecam o resto dos dias não mais serão remediadas. Quoyle, o protagonista da desgraçada história, agarra-se a um amor impossível como um condenado se aconchega na esperança de uma absolvição. E tudo o resto perde o gosto sob a sombra de uma noite sem estrelas que pariu um monstro de amor, como se os condimentos da vida se tivessem dissolvido no caldeirão de uma paixão de minutos. Quoyle, mais do que ignorar os caminhos que o poderiam afastar desse degredo, opta por fugir da vida que espera por ele. Quoyle não está assim tão distante de todos nós.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:04

The Shipping News

Terça-feira, 29.05.12

 

 

Um livro sobre amor, sobre as forças motrizes do amor, sobre a destruição ou a salvação que ele pode trazer às vidas de gente normal, porque o amor é sobretudo para gente normal (as estrelas, os ricos e os famosos raramente perdem tempo com o verdadeiro e cru amor). A originalidade das histórias de vida e amor que esta singular obra nos oferece está na linguagem, na paisagem que as envolve - os confins gelados da Terra Nova, um dos últimos territórios esquecidos do mundo. E porque houve gente mais ocupada na tarefa e capacitada para resumir The Shipping News deixo aqui as esclarecedoras palavras que surgem na capa da excelente edição da editora “Cavalo de Ferro”:

 

“O livro narra a vida de Quoyle, um homem derrotado que, abandonado pela mulher, desprezado por família e amigos e despedido do seu emprego parte para a Terra Nova onde deverá trabalhar no seu novo emprego: o jornal The Shipping News. Com as suas filhas pequenas que não lhe reconhecem qualquer autoridade paterna chega a uma terra fria onde as emoções humanas se encontram sobre camadas de gelo mas são muito mais quentes para poderem sobreviver. A vida de Quoyle vai transformar-se e ele terá a oportunidade de reconstruir-se enquanto ser humano."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:48





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog