Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Ao cuidado do xor Eng.º Sócrates

Quinta-feira, 12.10.17

 

buda.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:45

Uma ténue luz ao fundo do túnel

Terça-feira, 25.11.14

tunel.jpg

Acreditem que queria! Queria não me debruçar sobre esta propalada ameaça ao regime democrático, este pré-anunciado cataclismo da crença do povo nas suas instituições e representantes, sobre esta que muitos classificam como a mais grave perseguição justicialisto-justiceira dos tempos da luso democracia. Por outro lado, por mais tentador que seja fugir aos soundbytes do momento, não vivo, por mais que o desejasse, numa torre de marfim envidraçada, imune aos despautérios da excitação mediática. Procurando extirpar deste cancro noticioso alguma pepita de optimismo, tenho a dizer que vejo ali ao fundo do túnel uma ténue luz, uma secreta esperança de que tudo isto sirva para que quem exerça cargos influentes ou detenha, num determinado momento histórico, uma boa dose de poder, perceba que além do imperativo moral e cívico de se conduzir pela lei e pelo interesse público, tem também, a partir de agora, caso lhe falhem esses imperativos cívico-morais, a espada da lei sobre o pescoço. Em última instância, pode ser que isto afaste da política aqueles que a vêm como o paraíso da trafulhice e convide gente cada vez mais séria a participar nela.

P.s. – Não, isto não é uma condenação prévia ou uma violação gritante do princípio da presunção de inocência, é apenas e só, independentemente da sentença definitiva que venha a ser proferida pelo tribunal, uma mera opinião e uma secreta esperança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:53

Vale do Silêncio - Olivais Sul

Terça-feira, 25.11.14

vale.jpg

Andar em dia de chuva pelo Vale do Silêncio vazio, entregue apenas ao cheiro da relva molhada e dos sons quase inaudíveis da natureza que rejubila com a água da vida, talvez seja esse o ambiente perfeito para escutar, refletir e nada dizer. Talvez seja este o ambiente perfeito para agendar visitas guiadas aos comentadeiros, jornaleiros e trauliteiros deste país, para tanta gente que sem nada saber tudo prevê, tudo sabe, gente que vê o futuro sem sequer saber às quantas anda no presente. Sim, podia dizer tanto sobre os últimos eventos do mundo da Justiça, mas sou daqueles que preferem conhecer a realidade para refletir, agir e opinar. Esquisitices!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 15:45

Preocupações socráticas

Quarta-feira, 27.03.13

 

 

Preocupa-me que o que a banca gastou a financiar os estudos do Sr. Engenheiro tenha impedido o financiamento de empresas viáveis. Preocupa-me ainda mais que os ex-políticos que ganham fortunas a fazer comentário político não definhem de vergonha com o exemplo de trabalho pro bono do benemérito José.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:35

Deus tenha piedade deles que o Sr. Engenheiro não está para isso

Quarta-feira, 27.03.13

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:01

Pior do que um cego são aqueles que não querem ver

Terça-feira, 04.09.12

 

 

Há tantas perguntas que tantos jornalistas deixam por fazer, tantas investigações que tantos senhores investigadores têm “preguiça” de iniciar. Sei lá, assim a título de exemplo lembro-me de um cavalheiro que ganhava bem, mas nada que previsse uma futura vida de luxuriantes destinos e hábitos (Paris, milhares de euros gastos por mês, ex-primeiro ministro de um país habitado por jornalistas e investigadores preguiçosos). Lembro-me também de um presidente de um clube nortenho, esse mesmo, Dom Pinto da Costa, que faz os melhores negócios de compra e venda de jogadores a nível mundial, com mais-valias arrasadoras (comprou Hulk, Falcão e Lisandro por pouco mais de 11 milhões de euros e vendeu-os por um total de 114 milhões), mas que para manter as finanças do clube a respirar corta em modalidades que custam tostões e que se diz tem dificuldades em pagar ordenados de funcionários e jogadores. De onde veio o dinheiro? Para onde foi o dinheiro? Perguntas tão curtinhas e simples, senhores jornalistas e investigadores, experimentem fazê-las que não vos hão–de cair os parentes na lama.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:08

O mistério de uma nação acabrunhada

Sexta-feira, 13.04.12

 

 

Ando com muito pouca vontade de falar de política e do estado da Nação, não será difícil perceber porquê. Ainda assim, quando o Luís M. Jorge se questiona sobre a razão da súbita anomia dos portugueses face a esta avalanche de austeridade Passista, ponho-me a reflectir. Sem dúvida que esta falta de reacção e fraca contestação às actuais políticas governativas contituem um mistério que merece ponderado estudo. Ponho-me a olhar para trás, para o lado, para mim, para quem me rodeia no trabalho, na fila do supermercado e penso ter descoberto um ponto de partida para a explicação desse mistério. Sinto-me capaz de afirmar que a convicção com que Sócrates durante anos defendeu que íamos no bom caminho quando o buraco estava cada vez mais fundo fez com que muitos de nós passassem a acreditar no contrário do que o homem dizia. Preferimos agora que nos digam na cara que isto está mau, que os sacrifícios são a saída e que mesmo assim provavelmente teremos de cortar ainda mais dedos. Cansados das promessas luminosas e alucinadas preferimos agora a dureza da realidade. Sócrates abriu o caminho para o que Passos está agora a fazer com este estranho e silencioso apoio, quase que um consentimento envergonhado. A ironia de tudo isto acaba por ser fantástica ou, quiçá, assustadora.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:56

O José, ideias de crianças e um professor que não resistiu

Sexta-feira, 09.12.11

  

 

Pagar a dívida é uma ideia de criança

 

Coloquei no facebook este fantástico e assustador vídeo da já famosa conferência de José Sócrates por uma qualquer universidade parisiense, onde entre outras alarvidades referiu que as dívidas dos países são eternas, pelo que não interessa pagá-las mas apenas geri-las. Os comentários foram vários, mas destaco algumas ideias. Primeiro que tudo há que compreender que a culpa deste homem ter conduzido um país e 10 milhões de portugueses à situação a que chegámos não é dele, mas do professor que o ensinou e, sobretudo, que quem nele votou e o colocou no poleiro (já sei, já sei, nao foi ninguém...). Por outro lado, um amigo economista fez-me ver que afinal parece que o professor ensinou bem os conceitos ao Sr. Engenheiro - as dividas dos estados são de facto eternas e gerem-se - só faltou mesmo o essencial: saber gerir! Comentou também o meu pai que o professor terá sido um antigo Presidente do Brasil (Getúlio Vargas) que defendia a tese de que "dívidas velhas não se pagam e as novas devem envelhecer". Não é de estranhar que o professor Getúlio tenha acabado por se suicidar...Para terminar, diz um outro amigo, filho de um honrado merceeiro, que se as ideias de Sócrates vingam, não há livro de fiado que resista. Com esta teoria, o filósofo José nem para merceeiro dava! Que se mantenha por lá a ler os táis clássicos por muito tempo, é o sábio e esperançado conselho deste amigo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:13

Este país não se dá ao respeito

Sexta-feira, 20.02.09

Se há coisa que o português gosta, faz questão e não abdica é de comentar a vida dos outros, as desgraças alheias, os casos que estão em investigação pela Justiça. Saibamos pouco, muito, ou nada, teremos sempre uma opinião, uma laracha, uma certeza na ponta da língua que envenena se não a expurgarmos do céu da boca. Não sei se Sócrates tem ou não culpas no cartório, sei apenas que tem um problema grave com a família (acontece aos melhores) e com os digníssimos representantes legais da mesma.

 

Eu gostava de saber como é que um advogado que apresenta o grau de seriedade infra descrito e tão inigualável respeito pela Justiça tem um, um cliente que seja! Não é que não tenha piada, que até a tem, mas para isso estava a escrever blogues ou a participar nos cómicos de garagem. Pode ser que o JN venha dizer que foi uma brincadeira de Carnaval...haja esperança!

 

Em: jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx

 

Do advogado de Júlio Monteiro, Sá Leão, o JN recebeu o seguinte comunicado que transcrevemos na íntegra:

"Freeport Napoleão, o Bulldog francês do engº Júlio Monteiro foi encontrado, Finalmente há resultados no caso Freeport. O apelo feito na TV, no final do depoimento do Engº Júlio Monteiro, para que fosse encontrado o seu bulldog francês foi ouvido. Cerca das 23h de ontem, o cachorro voltou a casa. Nesta tristíssima cabala, divertida e ridícula, não fosse o caso de, em especial, se pretender atingir a honra do Primeiro-Ministro de Portugal e de transformar este país num lugar frequentado por corruptos, finalmente temos um resultado feliz e que se espera tenha deixado o país quase tranquilo. O bulldog francês do Engº Júlio Monteiro regressou a casa e vai, com certeza, colaborar nas investigações". O comunicado foi enviado por fax e tem origem na sociedade de advogados NGS - Leão e Associados. O próprio advogado Sá Leão confirmou ao JN o envio do mesmo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:50





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog