Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Pérolas que se descobrem no twiitter e naquele momento fazem todo o sentido

Quinta-feira, 19.04.18

 

IMG-20180419-WA0013.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:48

TIC TAC

Sexta-feira, 06.04.18

 fb.jpg

 

Parece que te estou a ver, Bruno. Refastelado na poltrona de boa e cara pele, verde, bem verde, verde guerra (what else?), a rodopiar o gelo afogado no cristal do copo bem preenchido com um refinado whisky de 15 anos, preparado para a guerra, com o coração aos pulos e os dedos nervosos, ansiosos pelas teclas que te esperam, para glorificares os teus rapazes ou para lhes espetares a faca por entre as costelas já de si doridas, enraivecido pela dor e pela desilusão, qual rapazola de 8 anos a quem não deixaram marcar o penalty no campo lá da escola. Os jogadores procuram estar descontraídos antes do jogo, vê-se o Coates sorrir de cara aberta, contrastando com um Griezmann sisudo e aparentemente concentradíssimo. Relaxa homem, parece que vais para o matadouro!

 

O jogo começa. Tic tac tic tac. Vinte e dois segundos. Vinte e dois segundos!!! Tempo suficiente para que o Seba, embevecido por estar a jogar num dos grandes palcos europeus, julgar que tem a categoria do Umtiti e fazer um passe transbordante de classe, a sair a jogar, infelizmente para os pés errados. Mas o nosso Coates é teso, e ainda assim tenta corrigir o erro atacando a bola passada pelo Diego Costa para o Koke. Ups, afinal foi cuequinha. O pobre Rui, lá sai supersónico a tentar encurtar o ângulo, mas o mal estava feito. Vinte e dois segundos! Este é para queimar, pensas tu para os teus botões, o culpado disto é ele, o Seba, o sacana!

 

O jogo prossegue (tic tac tic tac), o Sporting parece querer reagir, mais posse de bola e pormenores de classe. É então que o Gélson se isola e…falha um golo feito! Viras o terceiro copo de whisky e vociferas, “este gajo já só pensa em milhões, é para queimar”! O fim da primeira parte aproxima-se (tic tac tic tac), mas a coisa não acaba antes de mais uma fífia do Mathieu a isolar o velho Antoine que, recordado do milagre do nosso Rui na final do europeu, atira com toda a raiva e colocação para mal da tua vida, dos teus nervos, da tua falta de controlo, soltas mais um “pelintra deste velho francês mal parido e pior arruivado vai já de vela”!

 

Segunda parte (tic tac tic tac), meia dúzia de copos virados, já só reténs as defesas do Rui e um falhanço de bradar aos céus do Montero nos últimos segundos do jogo, “mais um gajo para correr, um que nunca devia ter voltado e que já não tem pernas para isto!”. Apito final, agarras-te ao laptop e soltas todo o fel naquela janelinha azul e brilhante, esqueceste os amigos, os assessores, os conselheiros, é aquele o teu muro das lamentações, é ali, batendo violentamente nas teclas que finalmente encontras a paz. Esbofeteias os teus, viras-lhes as costas, sacodes a água do capote. TIC TAC TIC TAC! És uma bomba relógio sempre prestes a explodir, Bruno. Vai, segue o teu caminho, o Sporting já não precisa de ti, fazes-lhe mal, Bruno. Creio que ontem todos os que amamos e sentimos o Sporting percebemos finalmente isso. Ou então estamos todos loucos e cegos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:32

Tanta beleza no mundo, Bruno

Segunda-feira, 19.02.18

 

Emily Ratajkowski.jpg

 

Beleza, tanta beleza no mundo e o Bruno só vê fealdade.

Não, não vou aprofundar a temática da paranóia do Bruno, do seu estado agravado de mania da perseguição. Por outro lado, porque nada é preto e branco mas porque vivemos num mundo cada vez mais cinzento, não deixa de ser verdade que os nossos jornais desportivos e os programas televisivos sobre bola estão contaminados pela voz do dono. O Sporting não é o Bruno, sou eu, os meus amigos com quem vejo a bola desde miúdos, as dezenas milhares de jovens a quem o sporting proporciona uma educação de valores e de desporto através da ginástica, da natação do atletismo, do Karaté, etc., etc., isto da bola é uma gota no oceano do maior clube português. Não quero saber o que o homem diz, quero saber da obra feita, tal como não quero saber se os meus escritores preferidos na vida real são uns crápulas desde que as suas obras de ficção sejam geniais. É incongruente, isto? Provavelmente, mas o que é a vida senão uma mão cheia de incongruências?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 09:22

Obrigado Rui!

Sexta-feira, 16.02.18

 

pat.jpg

 

Pensando no jogo de ontem em Astana, que espreitei a espaços, a fotografia que encima este post deveria ser a de Bruno Fernandes, provavelmente das maiores pérolas que temos o prazer de ver brilhar no Sporting dos últimos anos. Gélson também demonstra estar a recuperar a velha forma. Por outro lado, aqueles malabarismos de Acuna que antecederam o cruzamento para o golo do nosso menino fazem-nos ter esperança que o irmão gémeo do Acuna tenha definitivamente voltado para casa dos papás, e o verdadeiro Acuna tenha regressado de vez para o seio da família leonina. Apesar de todos estes irresistíveis ingredientes a imagem escolhida foi a de Rui Patrício, que ontem completou 30 anos. O Rui que vimos crescer na nossa equipa, que vimos falhar enquanto crescia mas nunca tendo falhado a aposta nele (isto é o Sporting), o Rui que adora o seu clube e que por isso nunca o trocou pelos milhões do estrangeiro. São jogadores como o Rui que nos fazem amar um clube e idolatrar um jogador, que se tornam referências para as crianças e os jovens, que lhes mostram que nesta vida pode-se trocar tudo menos o clube do coração. Obrigado Rui. 

Outra imagem que poderia ilustrar este post seria a de Bruno Carvalho a consolar Fábio Coentrão - outro sportinguista dos sete costados - a chorar no banco por ter tido uma exibição menos conseguida e com isso não ter ajudado como queria o seu clube do coração. Isto para dizer à nação, leonina e não só, que prefiro mil vezes um presidente desbocado que não hesita em cheirar a relva e partilhar o suor e as lágrimas do jogadores, do que um croqueteiro bem apessoado e melhor engravatado que não desgruda dos camarotes confortáveis e das lantejoulas ofuscantes das meninas que lhe estendem os croquetes em bandejas imaculadas. Vejam lá isso, minha gente!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:13

Ontem levei o puto à bola

Segunda-feira, 12.02.18

kiko.jpg

  

Ontem levei o puto à bola e foi um dia do caraças para os dois. Para ele porque aos 5 anos sentiu-se mais crescido, no meio de tanta gente, a sair do estádio à noite, a jantar cachorro quente com mostarda e ketchup, a ouvir alhos e bugalhos dirigidos a tudo o que mexia no relvado, que a malta da bola continua a ir lá muito porque aquilo é o local e o evento perfeito para extravasar muitas das suas raivas e frustrações. Muitos ansiolíticos se poupariam se os médicos receitassem aos pacientes: “Vão à bola, insultem o árbitro, o VAR, os adversários, os jogadores da vossa equipa, deitem isso tudo cá para fora”! Mas pronto, o puto extasiou com os cânticos, as bandeiras, a cor, a paixão, os golos gritados, com tudo!

Para mim o dia foi espectacular porque, novamente com o segundo rebento, consegui acertar com o timing perfeito para o baptismo leonino. Não consigo perceber os pais que dizem que os filhos são de outro clube que não o deles. Como muito bem disse um amigo leão, devemos dar-lhes liberdade de escolha até aos 3 meses. Se eles não a utilizarem, escolhemos nós o clube por eles, como é evidente. Por outro lado, foi bom recordar o motivo porque cada vez menos vou à bola, talvez umas duas ou três vezes por ano. A única vez em que me chateei no futebol, foi com um adepto do meu clube que insistia em insultar o Pedro Barbosa. Ao meu comentário para se calar, que Alvalade não era a banheira da Luz e que estamos ali para apoiar os nossos, gerou-se um burburinho que se via do outro lado do estádio (o clássico agarrem-me agarrem-me que eu vou-me a ele). Sei, por experiência própria, que isto também se passa na Luz e noutros estádios do país, pelo que o problema é certamente meu, que tenho o estranho hábito de apoiar a minha equipa durante os 90 minutos de jogo, guardando as críticas positivas, ignorantes ou simplesmente idiotas, para as restantes vinte e duas horas e meia do dia.

Sobre os pontos negativos, queria agradecer aos senhores da Liga, da arbitragem e a quem mais caiba no saco, a má utilização dessa óptima “farramenta” que é o VAR e que me impediu de explicar a uma criança de 5 anos porque é que o golo que fora há uns minutos já não o era. É também de salientar como é que em duas ocasiões, uma criança que não percebe por aí além das coisas da bola, me questionou sobre dois movimentos inacreditáveis do Senhor Doumbia: “Papá, porque é que ele não chutou logo à baliza?”, seguido, uns minutos depois, noutra ocasião de jogo de um “Papá, porque é que ele não chutou para a baliza?”. Segundo o nosso Senhor Jesus, o Rafael Leão tremia todo antes de entrar no jogo. Pelas poucos minutos que deu para ver do jovem Leão, prefiro um Rafael todo borradinho em campo do que um Doumbia cheiinho de experiência a cair de madura…vejam lá isso, Senhores!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:25

À beira do abismo, toca a dar um passo em frente

Quinta-feira, 08.02.18

 

jubas.jpg

 

Sobre este estafado tema de Bruno de Carvalho, esta incrível inclinação masoquista do universo leonino para transformar em sofrimento o que ontem era esperança, vou ser secamente sincero. Antes do ultimato do nosso presidente pós Assembleia Geral escrevi o texto de apoio que mais abaixo encontrarão. Depois do ultimato anti-democrático, de miúdo birrento que odeia que não gostem dele, tenho a dizer que ainda assim continuo a preferi-lo aos betos encroquetados estilo Madeira Rodrigues e afins, o que não invalida que preferisse que surgisse no firmamento um candidato sério, conhecedor do mundo da bola, ponderado e ambicioso. Enquanto tal não suceder, até porque infelizmente já percebi que neste mundo de futebol apodrecido e de dirigentes corruptos, suspeito que se calhar o Bruno é o mais conveniente para evitar a Belenização do Sporting. Tudo isto é estúpido, tudo isto é incongruente, mas o mundo da bola faz com que pessoas sérias e ponderadas passem num piscar de olhos a miúdos excitados e demasiado emotivos. Eu, pecador, me confesso.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 09:45

Bruno: respira...respira...respira. Vá, agora vamos lá a isto!

Segunda-feira, 05.02.18

 

bruno.jpg

 

Perdi umas horas a perceber o que se passou na recente Assembleia Geral do Sporting e o que efetivamente estava em causa na mesma. Percebi, entre outras desgraças, que somos um clube cheiinho de gentalha que busca o poder através da maledicência interna, contra os interesses do próprio Sporting o que, aliado ao facto de termos uma indesmentível tendência para nos aproximarmos do abismo, mesmo quando a estrada em que conduzimos os nossos destinos é relativamente segura, tem tudo para resultar em consecutivas catástrofes. Somos um clube nervoso. Por esses motivos, torna-se compreensível o interesse de Bruno de Carvalho em acabar com esses medrosos/merdosos opositores internos, paradoxalmente criados e respaldados nos próprios estatutos do clube. A ideia é boa, possivelmente essencial para o futuro do Sporting, mas morre quando é executada por um presidente à beira de um ataque de nervos, paranoico, incapaz de preferir o desprezo à cólera na resposta aos ataques e alarvidades que lhe são dirigidos. Não digo que se cale sempre, mas que escolha bem os seus inimigos, que responda apenas aos que estão na sua posição hierárquica. Espero sinceramente que o presidente se acalme, reflicta, perceba que a maioria da nação sportinguista está com ele, e que trilhe o caminho das pedras com convicção, sabedoria e serenidade. Se não o conseguir fazer, dará razão à estratégia dos que o provocam: Bruno de Carvalho será o lobo de si próprio.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:28

Benfica 1 - Sporting 1

Quinta-feira, 04.01.18

  

derbi.png

 

Não ando com muita paciência para falar de futebol, mas abro uma excepção dada a excitação dos nossos vizinhos do lado errado da 2.ª circular. O Benfica jogou mais e melhor, aproveitando o pior jogo da época de William Carvalho e o facto de ter assumido que este jogo era bem mais decisivo para as suas cores do que para o Sporting. Quer-me também parecer que os jogadores encarnados colocaram muita raiva em campo, provavelmente envergonhados pelos seus dirigentes corruptos que ensombram os títulos alcançados nos últimos anos. Por último, apraz-me registar que os benfiquistas festejaram euforicamente uma vitória contra um adversário directo que continua à sua frente. Ah, é também necessário notar que no melhor jogo que fez esta época o Benfica não conseguiu mais que um empate contra o Sporting que fez o seu pior jogo da época. Está tudo bem.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:44

E-mails, calinadas e más companhias

Quarta-feira, 03.01.18

 

ja fostes[1].jpg

 

Sobre o derbie desta noite apenas duas ligeiras notas introdutórias. A primeira para registar os comentários eriçados de ontem do Xor Vitória contra a investigação aos e-mails do Benfica, incomodado pelo facto de isso perturbar as famílias dos eventuais culpados e o trabalho que essas pessoas vão fazendo. Essas declarações são de uma falta de noção inqualificável sobre o que é o funcionamento da Justiça numa sociedade democrática. Para ele isso não é a justiça a funcionar, mas sim um ataque ao coração dos benfiquistas. É isso mesmo, é inqualificável, nada mais a dizer sobre tamanhas aleivosias. 

À boleia destas palavras, registei também o facto de ser muito criticado que Bruno de Carvalho vá assistir ao jogo no meio dos adeptos leoninos. Como bem observou um amigo pelo Twitter, com quem acham vocês que o nosso presidente deveria assistir ao jogo? Com quem troca e-mails com as suas moradas e dos seus familiares? Com quem montou uma teia de poder obscuro com o objectivo de corromper tudo o que mexe? Juizinho e tino, meus senhores, juizinho e tino.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:41

Menos, Bruno, muito menos - o Sporting não é o da Joana

Quinta-feira, 21.09.17

  

bdc.jpg

 

Adoro o meu Sporting e estou tremendamente satisfeito com a equipa que preparámos para este ano lutar por todos os títulos. Contudo, tenho escrito cada vez menos sobre esta paixão. Culpados? Os constantes ataques de diarreia verbal de Bruno de Carvalho, a postura de que os outros não são adversários, mas inimigos, e agora esta cada vez mais preocupante atitude de rei sol à volta de quem tudo deve girar, como se o clube sem ele não sobrevivesse, como se fosse ele o D. Sebastião tão ansiado pela nação leonina. Sim, Bruno de Carvalho tirou-nos de um buraco bem fundo, melhorou em muito a periclitante situação financeira, recuperou muitas modalidades, reforçou finalmente bem a equipa de futebol. Mas…porque não te calas, Bruno? Não vou colocar aqui o patético vídeo promocional da gravidez da sua esposa, em que confunde tragicamente a sua pessoa com o clube, em que utiliza a imagem do clube para se auto-felicitar e promover. É coisa de miúdo, porque creio que não há ali nada mais do que vaidade de miúdo traquina. Não deixo aqui - por vergonha alheia - o vídeo, mas deixo o certeiro comentário do António Boronha, mais um sportinguista envergonhado:

 

“Perfeitamente ridícula, desnecessária e embaraçosa, para todos os adeptos e sócios leoninos, a cena 'kitch' a que se assistiu hoje no jogo 'Sporting/Maritimo'. Um presidente que confunde a sua vida privada com vida institucional do clube que dirige não se enxerga, mesmo. 'Alvalade XXI' é o salão de festas do Sporting Clube de Portugal. Não é nem nunca poderá ser o “hall of fame” de quem transitoriamente o dirige.”

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:53





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

pesquisar

Pesquisar no Blog